A primeira Caricatura feita no mundo – Imagens raras

A primeira Caricatura feita no mundo - Imagens raras

A maioria das pessoas costuma pensar em caricatura como algo atual, mas você sabia que ela já existe há muito, muito tempo?

Pra começar, você já deve ter ouvido alguém falar (ou até mesmo você já disse) que uma pessoa é bastante caricata. Mas o que diabos significa isso?

Como tudo começou

A palavra caricatura vem das palavras italianas “carico” e “caricare”, que significam “carregar” ou “exagerar”.Por volta de 1590 um italiano chamado Annibale Carracci e seu irmão Agostino usaram essas palavras para descrever alguns esboços de retratos bastante exagerados que eles criaram.

Esses esboços teriam sido feitos puramente pelo humor e para zoar as próprias teorias artísticas que foram ensinadas a eles na Academia de Bolonha.

Mas se já existia caricatura há tantos séculos atrás, por que demorou tanto pra caricatura ser reconhecida com uma forma de arte? Vamos dar um pulo no túnel do tempo do mundo artístico.

Durante muuuuuitos séculos os artistas ralaram e estudaram pra aperfeiçoar a chamada arte representacional, como se ela fosse o estado máximo supremo master blaster da capacidade artística.

Na época da Alta Renascença que esse patamar foi considerado atingido com competência. E só depois que os artistas renascentistas aprenderam a desenhar com “perfeita semelhança” é que essa ideia pôde começar a ser desconstruída. Vai entender né?

Mas calma aí, claro que não foi da noite pro dia que isso aconteceu. Levou algumas centenas de anos até a Arte conseguir chegar no seu momento mais abstrato.

Um outro caricaturista italiano autêntico foi o artista Giuseppe Arcimboldo, que ganhou fama em Praga, pintando uma série de retratos burlescos de imperadores e reis, usando pinturas com formas de vegetais, potes, panelas e ferramentas de trabalhadores.

A caricatura permaneceu praticamente como uma forma de arte italiana por um bom tempo. Ainda que um tal Pieter Bruegel e outros caras da mesma época também fizessem retratos exagerados no norte europeu.

 

A Primeira Caricatura feita com poucos traços

Depois, o escultor Bernini, que desenhou retratos impressionantes para tirar sarro dele e de amigos. Ele escreveu que uma persona poderia ser capturada meramente com “alguns traços”.


Mas o primeiro artista a se denominar caricaturista profissional, lá no início do século 18, foi Pier Leone Ghezzi (que também foi um pintor rococó). Ghezzi viveu de forma bastante avantajada a partir das produções de desenhos de turistas que visitavam a Itália.

Pela metade do século 18, os caricaturistas italianos já estavam nas ruas de Londres seguindo a alta da fama atingida pelos trabalhos de Annibale Carracci, Carlo Maratti e Ghezzi. Daí em diante caricaturas satíricas estouraram pela França, Inglaterra e Estados Unidos.

[O pintor William Hogarth foi um dos primeiros artistas ingleses a recorrer ao estilo exagerado de retratos caricatos, principalmente em pinturas de gênero moralista.

Um tempo depois, os artistas começaram a transformar retratos de pessoas em outras coisas, como animais, vegetais e frutas. Na década de 1820, a revista britânica Punch foi lançada e se tornou rapidamente a revista satírica mais popular no país. John Leech foi um dos seus ilustradores mais famosos.

Ao mesmo tempo lá pelas terras napoleônicas, na França, o gênero foi dominado por Honore Daumier, que ficou famoso por suas ilustrações provocativas no periódico anti-monarquista La Caricature. Isso o levou à cadeia por 6 meses após criticar o rei Luis Felipe.



E é aqui que mais vemos o poder da caricatura, quando em 1835 as autoridades francesas banem toda e qualquer forma de arte provocativa e caricaturas de grandes figuras políticas. Levando o pobre Daumier a mudar para ilustrações cartunescas sociais. A chave de seu sucesso foi a capacidade de combinar o estado mental de um sujeito com um defeito físico.

Quando os trens foram surgindo, as revistas podiam ser transportadas rapidamente e para todos os lugares do país, crescendo absurdamente suas audiências. Com simples traços, a imagem de políticos podia ser destruída. O que acabou por aumentar cada vez mais a fama das caricaturas e dos caricaturistas.

A caricatura esteve muito em evidência na virada do século 20, enquanto a televisão ainda não havia surgido. Elas eram o meio usado para difamar a imagem dos líderes militares mundiais presentes nas conferências internacionais que ocorriam constantemente.

Há uma caricatura muito famosa criada em 1919 pelo australiano Will Dyson, no fim da Primeira Guerra Mundial. Ela mostrava os líderes das nações vitoriosas saindo de uma sala, após concluído o Tratado de Versailles a seu favor. Mas uma criança choramingando no canto.


Após a Primeira Guerra Mundial, com o crescente número de e outros periódicos, o gênero passou por uma revitalização nos Estados Unidos, gerando uma grande rivalidade de popularidade entre caricaturas e fotografias.

Novos caricaturistas como Al Hirschfeld e Miguel Covarrubias demonstraram a capacidade impressionante e graciosa da caricatura.


E aqui chegamos ao fim do túnel do tempo e adentramos nossa época moderna.

Deu pra perceber que a caricatura é ainda mais sensacional e importante do que você já tinha imaginado?

Então seja pelo humor, pra se divertir brincando com seus amigos satirizando e zoando tudo que enxergar, o que você tá esperando pra começar a desenhar Caricaturas?

Vem aí a Semana da Caricatura, o evento online mais concorrido do Eudesenho.com

O evento é 100% Online e gratuito e vai acontecer entre os dias 4 a 11 de Fevereiro.

Clique agora na imagem abaixo e garanta seu ingresso.

Compartilhe:
Ivan Querino

Ilustrador, Professor, Palestrante e Empreendedor. Apaixonado por Futebol, Música e Família, não necessariamente nessa ordem.

4
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Ivan QuerinoPedrinho Rafael Piacentiniritinha souza Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
ritinha souza
Visitante

Adorei a história, uma forma bem didática de passar o conteúdo.

Pedrinho Rafael Piacentini
Visitante
Pedrinho Rafael Piacentini

Um baita aprendizado é o que tive lendo sobre a história da caricatura. Não vejo a hora de aprender com o curso e botar em pratica todo meu aprendizado. Que venha dia 4 pois já estou aquecendo e pegando dicas… Parabéns e obrigado pela oportunidade. ✌✏✏✏