O Papa-Léguas tem uma lição sobre perfeccionismo para ensinar a você desenhista

lições sobre perfecionismo para desenhistas

Você já desistiu de algum plano ”perfeito”?

Um amigo meu pagou a mensalidade da academia e comprou um tênis de corrida, roupas de malhação e até um fone de ouvido novo para se exercitar.

Mas, no fim das contas, ele nunca foi para a musculação.

Esse clássico do cotidiano representa um drama de pessoas perfeccionistas: planejar demais, esperar ficar perfeito e nunca terminar (ou sequer começar).

Uma das piores sensações que existe é você perder tempo demais para entregar um trabalho, sabendo que o esforço não é necessário.

Mas ser perfeccionista é bom. E ajuda você. Só que no momento certo.

Continue lendo este artigo e descubra porquê o perfeccionismo ajuda você e quando usá-lo.

1. Se tempo é dinheiro, você não vai querer perder nenhum dos dois

perfeccionismo-dinheiro

A modinha da Internet hoje é o ódio. E existem pessoas que perdem todo o seu tempo desprezando o trabalho de outras. E eu digo desprezando, porque a intenção delas não é criticar e contribuir, e sim deixar as pessoas para baixo.

Esses são os famosos haters. Meu conselho para você é: não perca tempo com eles. Já dizia o provérbio:

“Quem dá uma resposta séria a uma pergunta besta é tão besta como quem fez a pergunta. Não perca tempo falando com um tolo, porque ele desprezará a sua conversa inteligente.”

Por exemplo, se você postar no YouTube um tutorial de desenho e tiver 1000 curtidas e 20 deslikes, não ache que você é um fracassado por isso! Não se esqueça que, nesse exemplo, 980 pessoas gostaram do que você fez!

Sendo assim, dê atenção para quem merece.

Valorize a crítica, porque ela ajuda a descobrir onde você está. Mas jamais se deixe perder toda a sua energia com uma pessoa só.

Afinal, por mais que a oposição me desafie a melhorar, o que me move mais é saber o quê irá agradar os que me curtem, aceitam e respeitam.

Geralmente, haters estão criticando, na verdade, a si próprios. O problema deles é interno, com eles mesmos, e não com você. Por isso, não se irrite; lembre-se que eles só estão tentando transferir para você algo que não tem nada a ver.

Falando em desafio, qual é o melhor estilo de desenho para começar a aprender: realista? Mangá? Cartoon? É sobre isso que fala o tópico seguinte.

2. Começar por desenho realista ou outros? Carroça não puxa boi

Screen Shot 2015-12-18 at 09.41.07

Existem vários estilos de desenho: realista, cartoon, mangá, caricatura, ilustração, disney, marvel, etc.

Se você quer aprender como fazer desenho realista, talvez você já tenha ficado em dúvida se o ideal é começar por algo mais simples.

Bem, na verdade, a transição do mais difícil para o mais fácil é mais fácil, porque a base de conhecimento é mais sólida.

Um exemplo bem simples para você entender, é você pegar um cantor de rock ou black gospel. Estes são considerados os estilos de canto mais difíceis, porque você precisa de conhecer todas as técnicas vocais.

Pois bem, se um cantor de um desses estilos precisar de cantar qualquer outro mais simples, como pop, samba ou sertanejo, ele vai manjar.

Agora, se você fizer o contrário, não fica legal. Você já deve ter visto vários cantores dando as maiores gafes por cantarem de uma forma horrível estilos de música muito difíceis.

Por isso, não perca tempo. Nem ganhe vícios. É mais trabalhoso no início, mas o desenho realista vai dar uma base para você aprender qualquer outro estilo de desenho.

E o perfeccionismo? Pode?

3. Perfeccionismo: não seja como o Coiote do Papa-Léguas

perfeccionismo-coiote

Esse clássico da Looney Tunes marcou a infância de muitas crianças. Quem nunca ficou com dó do Coiote, que nunca conseguir capturar o veloz Papa-Léguas?

Infelizmente, vemos muitos “Coiotes” todos os dias. Dedicam dinheiro e esforços demais e da maneira mais infrutífera possível.

A qualidade do seu trabalho é o que diferencia e destaque você. Porém, quando você trabalha de freela, existem duas coisas com que você precisa de lidar:

  1. A aprovação do cliente.
  2. O prazo.

Quem trabalha com arte, sabe que muitas vezes você acha ótimo o trabalho, e o cliente acha péssimo! E, muitas vezes o cliente ama e você detesta!

Por isso, crie um esboço que permita que você tenha um jogo de cintura, isto é, seja flexível. Depois de ter o projeto aprovado, aí sim invista perfeccionismo.

Conclusão

O perfeccionismo pode ser uma arma - contra ou a favor de alguém. Quem irá definir isso, é você.

Não perca tempo investindo energia e dinheiro daquilo que não interessa. Tem tempo para tudo e até para perder tempo. Esteja pronto para ser flexível e dar o seu melhor na hora de finalizar o desenho.

Curtiu este artigo e quer aprender a desenhar? Clica na foto aqui embaixo e olha o que eu tenho para mostrar para você.

Compartilhe:
Paste your AdWords Remarketing code here