O que te separa dos grandes mestres?

Livros de desenho essenciais para iniciantes

Todos temos aqueles artistas que admiramos e sonhamos em nos igualar.

Você já se perguntou o que te separa dos grandes artistas como Walt Disney, Jim Lee, Alex Ross?

Dom? Sorte? Dinheiro? Magia? As esferas do dragão? O gênio do Aladin?

Você acha que existe algo de diferente entre você e eles?

Não somente grandes artistas, mas pessoas de grande sucesso nas mais diversas áreas possuem algo em comum...

Isso mesmo, a velha amiga sobre a qual sempre conversamos:

DETERMINAÇÃO!

Vocês talvez estejam acostumados a me ver falando sobre determinação, mas muitos com certeza ainda possuem dúvidas sobre o próprio potencial. Então, hoje eu vou mostrar pra vocês uma série de exemplos de pessoas que usaram a nossa amiga pra atingir um baita sucesso.

Vamos começar com alguém que você conhece bem, o grande Walt Disney.

Walt Disney chegou a falir seu estúdio, comer comida do lixo e se ferrar bastante durante sua carreira. Após o sucesso de duas obras criadas por ele, foi enganado pelo patrão, que roubou os personagens, a equipe de desenhistas e as encomendas, pois não havia nada assinado em seu nome.

Seria motivo suficiente pra desanimar, não é mesmo? Mas existe uma coisinha chamada:

DETERMINAÇÃO!

Foi após a grande decepção que surgiu a ideia que mudaria o rumo da vida de Walt Disney, o Mickey Mouse. A partir daí mais personagens e animações foram surgindo e a Disney estourou e se tornou a grande empresa que todos conhecem hoje.

Parece difícil? Talvez, mas é sempre bom lembrar das sábias palavras do tio Walt:

frases-empreendedorismo-walt-disney

UAU!

Curtiu? Tem mais!

Michal Jordan, o maior astro do basquetebol de todos os tempos, disse:

“Eu errei mais de nove mil cestas e perdi quase 300 jogos. Em 26 diferentes finais de partida fui o encarregado de jogar a bola que venceria o jogo e falhei. Eu tenho uma história repleta de falhas e fracassos em minha vida e é exatamente por isso que sou um sucesso.”

Fantástico pensar dessa forma, não é?

Muitos lembram da glória, dos anéis de campeão e dos grandes lances da lenda do basquete, mas poucos sabem que, na faculdade, o técnico chegou a deixar Michael Jordan no banco de reservas pois ele não era bom o suficiente para ser um titular, ou ainda que desde que entrou na liga americana de basquete, Michael Jordan só conquistou o seu primeiro título de campeão no sétimo ano como profissional.

DETERMINAÇÃO!

Você talvez nunca tenha ouvido falar do Eric Thomas. Expulso de casa, abandonou o colégio e chegou a ser morador de rua em Detroit. Poucos anos depois fez um supletivo e levou 12 anos para concluir uma faculdade de 4 anos de duração.

Hoje? Bem, hoje após muito esforço e trabalho duro Eric Thomas é nada mais nada menos que o maior orador motivacional dos Estados Unidos. Seus programas e discursos motivacionais são contratados por grandes empresas, por universidades como Haward, por diversos times de futebol americano, basquete, etc.  

O que aconteceu para ele mudar de vida?

DETERMINAÇÃO!

Mais incrível que a história dele são os discursos dele, saca só:

Já está louco pra voltar pra mesa e desenhar? Espera só um pouquinho.

Vamos voltar pra nossa área e falar de alguém que você com certeza conhece, o incrível Jim Lee.

Impossível conhecer quadrinhos e nunca ter ouvido falar dele. O cara é um verdadeiro Pop Star! Pra fazer tanto sucesso ele deve ter sido sempre um artista sensacional... é isso que você está pensando? Pois senta que eu vou te mostrar umas coisas...

Essas aqui são cartas de rejeição recebidas pelo Jim Lee de empresas como Marvel e DC Comics:
Screen Shot 2016-01-26 at 09.56.29

“Caro Sr.Lee,

Obrigado pela presente tentativa. Apesar da DC Comics manter uma política aberta e revisar todas as propostas e/ou amostras sérias independentemente da fonte, sinto informar que sua amostra não atende os padrões atuais da DC. Perdão.”

Screen Shot 2016-01-26 at 09.56.38

“Caro Sr.Lee,

Seu trabalho parece ter sido feito por quatro pessoas diferentes. Seus melhores desenhos estão na página 7, no painel com agentes (canto inferior esquerdo), e no close na face. O resto dos desenhos é de qualidade muito inferior. O mesmo pode ser dito da sua arte-final. Envie novas testes quando seu trabalho for consistente e quando você tiver aprendido a desenhar mãos.”

E não são somente essas, foram várias! É difícil receber tantos nãos e continuar seguindo em frente...

Se você não conhece a história dele, somente após terminar a faculdade de psicologia é que Jim Lee (impressionado depois de ler O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller) decidiu seguir seu sonho e adiar os planos de fazer medicina.

Determinou uma meta: Ele daria para si um ano para entrar no mercado de quadrinhos, se em um ano não conseguisse desenhar bem o suficiente e não fosse contratado para ser quadrinista, ele abandonaria esse sonho e regressaria à medicina.

Resultado? No sexto mês conseguiu seu primeiro contrato e iniciou sua carreira.

E qual foi o segredo pra ele chegar lá? Chega mais, junta aqui que eu vou falar baixo pra ninguém mais escutar...

DETERMINAÇÃO!

Em diversas entrevistas, Jim Lee sempre conta a mesma história. Após ter determinado sua meta, ele desenhava cerca de doze, DOZE horas por dia! Até ser aceito no sexto mês.

DE-TER-MI-NA-ÇÃO!

X-Men_Vol_2_1_Full_Gatefold_Cover

Jim Lee é o desenhista da revista que até hoje detém o recorde de quadrinho mais vendido de todos os tempos segundo o Guiness (X-men #1).

Hoje é um dos chefões da DC Comics e continua produzindo trabalhos fenomenais.

new-52-superman-costume-batman-aquaman-flash-cyborg-wonder-woman-green-lantern-darkseid-wallpaper-justice-league-by-jprart-jim-lee-trinity

(Parece que o jogo virou, não é mesmo?)

E todos encontramos dificuldades e motivos pra desistir ao longo do caminho.

Eu já passei por isso e você provavelmente também vai se deparar com situações desse tipo.

Aqui tem um vídeo onde eu falo do meu primeiro desenho do Wolverine, na primeira vez que eu mostrei um desenho meu para um profissional.

Clica aqui pra assistir ao vídeo

A lista de pessoas que obtiveram sucesso através de determinação é gigantesca.

O que te separa dos grandes artistas?

Você lembra, eu já falei. Diz comigo, vai:

DETERMINAÇÃO!

As mesmas técnicas que todos eles estudaram e tiveram acesso são as mesmas técnicas que eu estudei, que meus alunos estudam e que vocês estudam. O que te separa dos grandes artistas é a garra e o foco de 200% no seu objetivo.

É desenhar até a mão cair!!

Então vamos nessa, hora de botar a mão na massa e correr atrás dos nossos sonhos.

Deixa seu comentário aqui e compartilha com todo mundo caso você conheça mais histórias legais como essas.

Continue se empenhando e lembre-se:

Det... você já sabe.

ABRASSSSS

Compartilhe:

Ilustrador, Professor, Palestrante e Empreendedor. Apaixonado por Futebol, Música e Família, não necessariamente nessa ordem.

  • Laissa Fernandes

    Meu Deus!!! Estou sem palavras Ivan. Eu sempre quis fazer desenhos realistas, mas sempre pensei que não seria tão boa quanto os artistas que conheço. Agora sei que sou capaz! Obrigada e fica com Deus.

    • Eu que agradeço por acreditar Laissa… VALEU

  • Cara, bom post!

    Muito interessante essa história de DETERMINAÇÃO do Jim Lee e os demais. A DETERMINAÇÃO pode ser aplicada em qualquer área, outra coisa que provavelmente eles tinham era, a busca pela excelência. Juntos esses dois fatores são “destruidores de mundos” 😉

    VALEU!

    • Eu prefiro chamar de “transformadores de mundos”;) VALEU

  • Rovianney Dos Santos

    Adorei seu texto e essas historias realmente são muito inspiradoras, eu quando entrei na faculdade de design não sabia nem o que era corel draw, photoshop ou ilustrator, eu já desenhava mais não era o suficiente, tive que apanhar muito para aprender as ferramentas, quando eu tava no 3 periodo um professor falou pra me, que eu estava ali perdida, logico fiquei mal pensei em desistir, mais não fiz isso, continuei mostrei que onde eu estava era meu lugar! Me formei hoje sou Design Gráfico, hoje tenho um jogo lançado pela samsung e não parei agora faço minha pós e não vou para, pois amo desenhar!

    • Muito legal Rovianney, Parabéns pela força e obrigado por acompanhar o Ilustracast

  • Maiara Malato

    Eu nunca pensei que ficaria tão admirada e agradecida por ler um artigo e ver uns vídeos, mas parece que sempre que eu penso se o que eu faço vale realmente a pena, se eu deveria me entregar a maldita zona de conforto e aceitar tudo que os outros acham que é mais fácil, chega um e-mail do Ivan Querino e sempre me lembra que eu tenho um sonho. Eu amo desenhar como amo a minha própria vida, e tudo nela gira em torno de Desenho sem isso eu me sentiria como uma peça quebrada, sem função nenhuma. Eu cheguei a fazer uma loucura pra poder seguir meu sonho e agora que fiz isso só me resta enfrentar de cabeça erguida pois como já foi dito a vida não é feita de só de glórias.

    • Isso aí Maiara, é treinar até a mão cair 😉

  • Sheyna

    Ao mesmo tempo que gosto do texto e entendo o que queira dizer, não acho que só determinação. Eu me sinto perguntando: eu fui determinada, trabalhei dias e noites sem dormir, esquecendo de comer… E, ao invés de ser promovida, saí com uma estafa mental que me paralisou, de 2013 pra cá, não conseguindo mais voltar pra agência, sendo que amo interpretar um briefing, fazer/pensar em estratégias de mídia… E aí?! O que faltou se me dediquei assim, e quase morro na praia, literalmente?! Liberado pra me sentir fracassada?!

    • Não me entenda mau, mas preciso te fazer essas perguntas:
      – De 2013 pra cá, você estudou e se aprimorou o máximo que podia?
      – De 2013 pra cá, pra quantas novas agências você mandou seu portfolio?
      Se durante esses 2 anos você não estudou todo dia e mandou seu trabalho pra pelo menos 1 agência por dia, você não está liberada pra se sentir fracassada.

      A boa notícia, é que você pode começar a fazer isso agora 😉

      • Sheyna

        Não. Eu estafei e tive uma série de crises. Amo lhe briefing, mas penso que me afastei cada vez mais. Minha área de mídia não tem portfólio, e eu estou há 2 anos estou na terapia tentando me reerguer. Só quis dizer que nem sempre é assim como vcs dizem. Não sou pessimista. Se me conhecer vai ver que não. Mas a coisa não é resumida assim.
        Vai lá e faz é pra quem já está fortalecido!

  • Jonathan Sobral

    meu amigo estou muito feliz em ler esse artigo , sei o q quer dizer , cresci assistindo Naruto e esse perfil é um dos meus preferidos ….perfil do personagem ROcK LEE ,onde ele diz : ” existe aqueles que nasceram com um dom e os que não nasceram com um dom , eu sou um que não nasci com um dom!”.
    E ainda assim ele era considerado o melhor no estilo de luta que ele treinou o taijutsu… resumindo em horas e horas de muito esforço e suor ! Acredito nessa técnica e sei o quanto é eficaz não só pelo perfil do personagem ,mas também pela parábola dos dez talentos escrito na bíblia ,onde Deus dá talentos e alguns escondem ou perdem e outros multiplicam seus talentos , tudo isso mostra que querer é poder sim , basta ter DETERMINAÇÃO!!!

  • Bruna Fonseca

    Eu sou uma admiradora também do Wall Disney e do Stan Lee e claramente fã de Michael Jordan, mas confesso sempre tive paixão pela ” Arte” e tbm já ouvi de muitos, que Arte, não da grana, ai eu paro e penso mas como isso não dá grana se tem muitos, por ai que até hoje são lembrados pelos seus incríveis traços! Porém dou graças que você com este video respondeu a minha maior duvida, pois realmente eu desenho qual quer coisa olhando mas não conseguia criar, mas agora acho que finalmente vou voar, pois o segredo sempre esteve nas formas geométricas, porém eu também baixei ao seu e-book…..

Paste your AdWords Remarketing code here